Este canal apresenta um breve panorama sobre o processo de ocupação do território brasileiro, com ênfase nas contribuições prestadas por distintos grupos étnicos.

Nova língua interior: 500 anos de história dos judeus no Brasil

Moishe Nadir, escritor judeu oriundo da Europa Oriental, contava a seguinte história:

Certa vez ele comprou um lote de ações de uma companhia de exploração de cobre. Como as ditas ações não cessavam de cair, ele foi ter com o vendedor, pedindo-lhe explicações para a brusca queda. Este lhe respondeu que o problema era compreensível: a culpa era do Brasil. E seguiu contando a difícil situação econômica vivida pelo país, que havia tido naquele ano uma péssima colheita de bananas, o que havia incidido negativamente sobre a indústria do cobre e, portanto, sobre o valor de suas ações. Ao ouvir isso, Moishe teria respondido: "Isso significa que agora meu destino depende completamente do Brasil e de suas bananas…". Nadir não entendia nada de bananas, e menos ainda sabia sobre o Brasil.

Nos últimos quinhentos anos, por diferentes razões, o Brasil foi o destino escolhido pelos milhares de judeus e cristãos-novos - portugueses de origem judaica convertidos ao cristianismo - que aqui aportaram, originários de Portugal, Espanha, Marrocos, Inglaterra, França, Turquia, Alemanha, Áustria, Polônia, Rússia, Romênia, Holanda, Hungria, Egito e tantos outros países.

Veja a seguir alguns temas sobre a imigração judaica:

Fonte: GRINBERG, K. Nova língua interior: os judeus no Brasil. In: INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Brasil: 500 anos de povoamento. Rio de Janeiro, 2000.


© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística