Este canal apresenta um breve panorama sobre o processo de ocupação do território brasileiro, com ênfase nas contribuições prestadas por distintos grupos étnicos.

A origem e a composição regional dos grupos de imigrantes alemães dependiam, em muito, dos critérios e preferências dos agentes da emigração na Alemanha, enquanto o seu destino no Brasil ficava nas mãos dos receptores brasileiros que os distribuíam, considerando habilidades, interesses (geo)políticos e econômicos.

Foi notável a diversidade e heterogeneidade cultural dos grupos de alemães que aportaram no Brasil no século XIX. Eles vieram para povoar, preferencialmente, as colônias das Regiões Sudeste e Sul do país, onde foram estabelecidas, por iniciativa do governo imperial, as colônias de São Leopoldo (RS), São Pedro de Alcântara e Mafra (SC) e Rio Negro (PR). Ainda no século XIX, os colonos alemães foram conduzidos também para outras regiões do país, como Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia.

Confira no quadro abaixo quais as regiões de procedência desses imigrantes.

Procedência de alguns grupos alemães para o Sul do Brasil
LocalidadeFundaçãoOrigem
São Leopoldo RS 1824 Hunsrück, Saxônia, Württeerg, Saxônia-Coburg
Sta Cruz RS 1849 Renânia, Pomerânia, Silésia
Sto Angelo RS 1857 Renânia, Saxônia, Pomerânia
Nova Petrópolis RS 1859 Pomerânia, Saxônia, Boêmia
Teutônia RS 1868 Westfália
São Lourenço RS 1857 Pomerânia, Renânia
Blumenau SC 1850 Pomerânia, Holstein, Hannover, Braunschweig, Saxônia
Busque SC 1860 Bade, Oldenburgo, Renânia, Pomerânia, Schleswig-Holstein, Braunschweig
Joinville SC 1851 Prússia, Oldenburgo, Schleswig-Holstein, Hannover, Suiça
Curitiba PR 1878 Teutos do Volga
Sta Isabel ES 1847 Hunsrück, Pomerânia, Renânia, Prússia, Saxônia
São Leopoldina ES 1857 Pomerânia, Renânia, Prússia, Saxônia

Fonte: WILLEMS, E. A aculturação dos alemães no Brasil: estudo antropológico dos imigrantes alemães e seus descendentes no Brasil. 2 ed. São Paulo: Ed. Nacional, 1980. p.38-39.
Nota: Tabela organizada pelo autor.


© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística