Este canal apresenta um breve panorama sobre o processo de ocupação do território brasileiro, com ênfase nas contribuições prestadas por distintos grupos étnicos.

No Período Colonial, houve muita discussão sobre a origem dos índios: uns acreditavam que eram descendentes das tribos perdidas de Israel, outros duvidavam até de que fossem humanos. Em 1537, o papa Paulo III proclamou a humanidade dos índios na Bula Veritas Ipsa.

Confira na gravura ao lado, do livro de Claude AbbevilleMissionário capuchinho, viajou para o Brasil em 1612, como um dos quatro frades encarregados de converter os selvagens da França Antártica. Permaneceu no Brasil por quatro meses, e, ao retornar, levou consigo seis indígenas, batizados com nomes cristãos. A presença dos índios brasileiros na Europa despertou grande curiosidade. Abbeville publicou um relato de sua missão no Brasil: Histoire de la mission des Peres Capucin en l'Isle de Maragnon et Terres Circonvoisiones ou Est Traicte des Singularitez Admirables & des Meurs Merveilleuses des Indiens Habitants de ce Pais....(BELUZZO, Ana Maria de Moraes. O Brasil dos Viajantes. São Paulo: Metalivros, 1999), como os europeus, nos séculos XV e XVI, concebiam os nativos brasileiros.

Hoje já se conhece mais sobre as origens do povoamento da América: supõe-se que os povos ameríndios foram provenientes da Ásia, entre 14 mil e 12 mil anos atrás. Teriam chegado por via terrestre através de um "subcontinente" chamado BeríngiaNa crença dos povos antigos, tratar-se-ia de uma extensa faixa de terra, surgida após a última glaciação, a qual fez descer o nível do mar uns 50 metros abaixo do atual. Isto teria criado o espaço para a passagem a pé entre a Ásia e a América, através do estreito de Bhering., localizado na região do estreito de Bhering, no extremo nordeste da Ásia.


© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística